O presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o príncipe de Mônaco, Albert II, se propuseram nesta sexta-feira a tornar o Mediterrâneo o mar mais limpo do mundo, durante a primera visita oficial do chefe de estado francês ao principado.

Após um encontro privado, os dois mandatários participaram de uma reunião de trabalho com cientistas e especialistas em meio ambiente para discutir sobre o aquecimento global e o desenvolvimento sustentável do Mediterrâneo.

Em seguida, os dois líderes propuseram tornar o Mediterrâneo o "mar mais limpo do mundo".

"A União Européia aplicará em suas fronteiras um sistema de penalização contra os países que violarem suas responsabilidades ambientais", advertiu Sarkozy a dois meses e meio de assumir a presidência da UE.

npk/LR/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.