Tamanho do texto

Bruxelas, 19 jun (EFE).- O presidente da França, Nicolas Sarkozy, disse hoje que considera paralisada a ampliação da União Européia (UE) aos países dos Bálcãs ocidentais, pelo menos até que os 27 países do bloco encontrem uma solução para a ratificação do Tratado de Lisboa, rejeitado na semana passada pela Irlanda.

"É certo que, até a resolução do problema institucional, a ampliação fica paralisada 'de iure' e 'de facto'", disse Sarkozy em uma entrevista coletiva após o primeiro dia da cúpula da UE em Bruxelas.

"Não vamos seguir com a ampliação sem antes conseguir um acordo entre os 27 (países do bloco). Não é razoável", acrescentou o chefe do Estado francês. EFE epn/sc