Sarkozy diz que fracasso em Copenhague seria catástrofe

Copenhague, 17 dez (EFE).- O presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou hoje que um fracasso nas negociações da Cúpula da ONU sobre Mudança Climática, em Copenhague, seria uma catástrofe para todos.

EFE |

"Os cientistas nos disseram que somos a última geração que pode fazer isso. Não podemos falhar", afirmou Sarkozy, em alusão às dificuldades que a cúpula atravessa para alcançar um acordo internacional de redução de emissões poluentes.

O presidente francês pediu então a todas as delegações que "mudem o ritmo" das negociações e disse que, caso isso não aconteça, a reunião "se encaminhará para um desastre".

Sarkozy assinalou que a parte de alto nível da conferência, que reúne em Copenhague 119 chefes de Estado e de Governo, não deve ser uma "sucessão de declarações sem pontos de acordo".

Assim, exigiu dos líderes políticos que se reúnam esta noite, uma vez que estejam prontos os documentos de trabalho, para "negociar seriamente" um "texto de compromisso".

Segundo Sarkozy, a França e a União Europeia (UE) "estão prontas para negociar" e assumirão sua "responsabilidade histórica" com a mudança climática. O presidente francês pediu, porém, que Estados Unidos e China vão "além" e proponham objetivos de redução mais ambiciosos. EFE nvm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG