Sarkozy diz que fará tudo o possível para conseguir acordos na cúpula da UE

Bruxelas, 11 dez (EFE).- O presidente francês e rotativo do Conselho Europeu, Nicolas Sarkozy, afirmou que fará tudo o possível para conseguir acordos sobre o plano de relançamento econômico e a luta contra a mudança climática na cúpula da União Européia que começa hoje.

EFE |

"Vou fazer todos os esforços que puder para aproximar as posições", afirmou Sarkozy, em declarações a sua chegada à sede do Conselho da UE, nas quais afirmou que a Europa "não pode dar um espetáculo de divisão".

Sarkozy e a chanceler alemã, Angela Merkel, terão uma reunião bilateral antes da cúpula de líderes da UE, para tentar reduzir suas diferenças sobre o plano de relançamento econômico, informaram fontes européias.

A Alemanha, principal economia da UE, é também o país do bloco mais reticente às medidas propostas pela Comissão Européia, já que resiste em oferecer mais dinheiro até ver o resultado das medidas já aprovadas, e porque quer manter sua disciplina orçamentária.

A proposta da CE pede destinar 200 bilhões de euros (1,5% do PIB europeu) para promover a atividade e o emprego. A maior parte desse dinheiro (170 bilhões de euros) sairia dos orçamentos nacionais, e o ficaria a cargo dos cofres do bloco. EFE rcf-epn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG