servidão - Mundo - iG" /

Sarkozy diz que burka é símbolo de servidão

Paris, 22 jun (EFE).- O presidente da França, Nicolas Sarkozy, assegurou hoje que a burka é um símbolo de servidão, contrária à ideia da República francesa sobre a dignidade da mulher.

EFE |

"Não é um símbolo religioso, mas de servidão", afirmou Sarkozy, que ressaltou que "a burka não é bem-vinda" na França.

Perante o Congresso, que se reuniu em caráter extraordinário em Versalhes, o chefe de Estado francês disse que a burka "não é um problema religioso", mas "um problema de liberdade e de dignidade das mulheres".

A declaração de Sarkozy, presidente de um país laico, é feita uma semana depois de o Governo aceitar estudar uma lei que proíbe o uso da burka na França, um acessório de origem afegã que esconde completamente a mulher atrás de longa túnica e que só conta com uma pequena abertura na altura dos olhos.

Dois dias antes, um grupo de cerca de 60 deputados de diferentes partidos pediu que fosse reaberta uma comissão de investigação sobre a proliferação do uso da burka, utilizada por milhares de mulheres na França.

Desde que o pedido foi feito, na França se gerou uma polêmica similar à de 2004 sobre o véu islâmico e que desencadeou uma lei que proíbe o uso de qualquer símbolo religioso em locais públicos, especialmente em escolas.

A iniciativa reabriu um debate entre os defensores das liberdades individuais e os que consideram que estas podem ser limitadas em nome do laicismo. EFE jaf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG