ESTRASBURGO, França (Reuters) - A França está pronta para receber detentos da baía de Guantanamo quando o campo de prisioneiros for fechado, disse nesta sexta-feira o presidente da França, Nicolas Sarkozy, após um encontro com Barack Obama, presidente dos Estados Unidos. Sarkozy disse que é há muito tempo um crítico das instalações prisionais na base naval norte-americana em Cuba. E afirmou que, se Obama precisar de aliados para receber os detentos com o objetivo de desativá-las, a França concordará com isso, já que é compatível com seu desejo de ver a prisão fechada.

Ele disse que há um prisioneiro ligado à França.

(Reportagem de Estelle Shirbon)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.