Sarkozy deseja que cada país da UE tenha um plano contra mal de Alzheimer

Paris, 31 out (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, que é o atual ocupante da Presidência rotativa da União Européia (UE), mostrou hoje seu desejo de que cada um dos Estados-membros tenha um plano contra o mal de Alzheimer antes de 2010.

EFE |

Sarkozy, que já anunciou em fevereiro um plano qüinqüenal dotado de 1,6 bilhão de euros para lutar contra essa doença na França, disse que "deseja que o Conselho adote daqui ao fim da Presidência francesa recomendações que convidem cada Estado membro a ter um plano contra o mal de Alzheimer até 2010".

No curso da Conferência Européia de Luta contra a Doença de Alzheimer, o presidente francês afirmou que deveria se tratar de um conjunto de ferramentas que cada um dos 27 pudesse utilizar em função de suas especificidades e do respeito ao princípio de subsídios.

O chefe de Governo francês já falou em europeizar a luta contra essa doença degenerativa no dia 1º de julho, ao assumir a Presidência européia. EFE jaf/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG