Sarkozy defende reconstrução do Haiti que beneficie todo o povo haitiano

Porto Príncipe, 17 fev (EFE).- O presidente da França, Nicolas Sarkozy, defendeu hoje uma reconstrução do Haiti que beneficie todo o povo haitiano, não somente uma pequena parte da população que já acumula as riquezas, não somente a república de Porto Príncipe contra o país do interior, disse.

EFE |

Sarkozy, que visita hoje Porto Príncipe para conhecer os planos de reconstrução após o terremoto de 12 de janeiro, deu tal declaração durante um ato na embaixada da França, onde ressaltou que o Haiti encontrará seu caminho apenas se "a reconstrução beneficiar todos".

Para o presidente francês, o esforço de reconstrução deverá criar condições no Haiti para um "desenvolvimento sustentável" que permita libertar os haitianos da "dependência da ajuda internacional, que asfixiou a iniciativa e a atividade do povo".

Segundo Sarkozy, se as perdas humanas e materiais provocadas pelo terremoto foram muito graves, isso se deve ao fato de que a população já não tinha condições adequadas para viver.

Na opinião do presidente francês, são os haitianos que devem definir em primeiro lugar um verdadeiro projeto nacional e depois levar esse projeto adiante.

Para Sarkozy, o papel da comunidade internacional e da França deve ser ajudar os haitianos a assumir o controle de seu futuro.

Como o primeiro presidente francês a visitar o Haiti, ex-colônia da França, Sarkozy disse que "as feridas da colonização e as condições da separação deixaram impactos que ainda estão vivos na memória dos haitianos", admitiu.

Sarkozy afirmou que a tragédia de 12 de janeiro foi a ferida mais dura da história do Haiti e lembrou que 30 franceses morreram e outros três estão desaparecidos desde o terremoto.

"Somos todos cidadãos do Haiti", declarou o presidente francês.

EFE gp/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG