Tamanho do texto

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, condenou nesta terça-feira a repressão sangrenta das manifestações no Irã e advertiu contra detenções suplementares, que não farão nada além de piorar a situação.

pr/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.