Sarkozy brinca com eurodeputado e cita recente disco de Carla Bruni

Estrasburgo (França), 10 jul (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, aproveitou hoje o lançamento do mais recente disco da esposa, Carla Bruni, para brincar com o presidente do grupo liberal, Graham Watson, em seu discurso no Parlamento Europeu.

EFE |

"Dê-me ainda 60 pequenos segundos para meu último minuto", pediu Watson, lembrando o texto de uma música de Bruni para prolongar seu discurso.

Em meio aos risos dos eurodeputados, o líder dos Verdes, Daniel Cohn-Bendit, que devia discursar em seguida, protestava dizendo que Watson lhe "roubou a brincadeira".

A resposta de Sarkozy, que manteve um tom relaxado durante a maior parte do debate com os eurodeputados, chegou alguns minutos depois, em sua vez de falar.

"Temos os mesmos gostos musicais", disse Sarkozy a Watson, a quem também prometeu uma cópia autografada do mais recente disco de Carla Bruni, intitulado "Comme si de rien n'était" ("Como se nada").

A cantora, que defendeu recentemente sua vontade de dividir sua carreira de artista com suas obrigações como primeira-dama da França, anunciou, no entanto, que não pretende fazer uma viagem de promoção do disco.

Bruni decidiu destinar o lucro em direitos autorais pelas vendas do disco à Fondation de France, de objetivos filantrópicos, sanitários e culturais. EFE mvs/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG