Sarkozy agradece a Correa e Cristina Fernández por libertação de Betancourt

Paris, 5 jul (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, agradeceu hoje a seus homólogos do Equador, Rafael Correa, e da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, por seus esforços para libertar os reféns da guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

EFE |

Sarkozy ligou para agradecer a Correa e Cristina Fernández, e deve fazer o mesmo "nos próximos dias" com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, segundo um comunicado divulgado hoje pelo Palácio do Eliseu.

Embora Sarkozy e os presidentes latino-americanos preferissem a via da negociação para conseguir a libertação dos reféns, estes foram soltos após uma operação do Exército colombiano, realizada na última quarta-feira.

No entanto, Betancourt disse ontem em Paris, aonde chegou para agradecer a Sarkozy e aos franceses por seu apoio, que essa vertente de negociação foi o que permitiu à Colômbia lançar uma operação na qual não se disparou nem um só tiro, de modo a proteger a vida dos reféns. EFE ik/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG