Saramago publica textos de seu blog e critica downloads

Lisboa, 25 jun (EFE).- O escritor português José Saramago, prêmio Nobel de Literatura de 1998, apresentou hoje O Caderno, um livro que reúne vários artigos publicados em seu blog pessoal, em um ato no qual criticou downloads ilegais de livros e música pela Internet.

EFE |

O escritor afirmou que o formato blog "não é nada de outro mundo" e reconheceu que começou a trabalhar na Internet a pedido de sua esposa e tradutora, a jornalista espanhola Pilar del Río.

O lançamento da obra foi transmitido ao vivo de Lisboa pela internet e Saramago respondeu a perguntas de seus leitores, uma delas sobre a divulgação de seus livros na Internet.

"Claro que isso afetaria os escritores. Do que vocês querem que vivamos?", respondeu Saramago, que ressaltou sua oposição aos "downloads anárquicos", que afetam especialmente os músicos.

"Espero que os livros em papel ainda tenham uma longa vida", disse o escritor português, que deixou aberto o debate sobre as condições das edições on line.

A blog de Saramago (http://caderno.josesaramago.org), já conta com mais de dois milhões de entradas, segundo o autor, considerado por ele "um fenômeno de massas", em resposta à necessidade do ser humano de se comunicar e reafirmar-se em sua própria individualidade.

Saramago comentou vários de seus textos, como que critica o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, chamando-o de "delinquente", e os que falam sobre o ex-líder dos Estados Unidos, George W. Bush, que também foi alvo de suas reprovações. EFE atc/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG