Saramago diz que gostou de adaptação de Meirelles para seu livro

Lisboa, 18 mai (EFE) - O escritor português José Saramago disse hoje que gostou muito do filme Ensaio sobre a Cegueira, versão cinematográfica de seu romance de mesmo nome realizada pelo diretor Fernando Meirelles. Gostei muito, muito. Emocionei-me algumas vezes, disse o vencedor Prêmio Nobel de Literatura de 1998.

EFE |

Saramago, que viu o filme junto com Meirelles, explicou em entrevista coletiva ao lado do cineasta que a adaptação e o roteiro ficaram muito bons.

O escritor português explicou que deixou o diretor do filme trabalhar durante as filmagens e que só se reuniu com Meirelles antes do início da exibição do longa, que estreou no último dia 14 no Festival de Cannes.

"Tenho o princípio de não interferir no trabalho de quem está trabalhando. Não gosto de dar palpites. O diretor tinha que se sentir totalmente livre", disse.

Após assistir à projeção do longa-metragem, Saramago disse que aceitaria se Meirelles quisesse adaptar outra obra sua e minimizou a importância dos comentários negativos feitos por críticos de cinema.

Durante a entrevista, Fernando Meirelles disse ter ficado muito mais nervoso ao exibir o filme para Saramago do que quando o longa foi exibido para três mil pessoas.

O cineasta disse que gostaria que seu próximo trabalho fosse algo "mais leve, como uma comédia", após ter dirigido dramas como "Cidade de Deus" (2002) e "O Jardineiro Fiel" (2005). EFE do/rr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG