Sarah Palin renuncia e não tentará reeleição

Washington, 3 jul (EFE).- A governadora do Estado do Alasca e ex-candidata republicana à vice-presidência dos Estados Unidos, Sarah Palin, anunciou hoje que renunciará a seu cargo no final do mês e que não tentará a reeleição.

EFE |

Em declarações a jornalistas, em sua casa em Wasilla, Sarah, cujo mandato venceria em dezembro de 2010, disse que transferirá o comando do Alasca ao vice-governador Sean Parnell, no dia 25 de julho, em Fairbanks.

A governadora de 45 anos, que, em 2006 se tornou a primeira mulher a governar o Alasca e a pessoa mais jovem escolhida para o cargo, não respondeu a perguntas dos jornalistas, nem deu indicações sobre seus planos, durante um longo e emocionado discurso.

"Não tentarei a reeleição" em 2010, disse.

"Sabemos que podemos fazer mudanças positivas fora do Governo neste momento", acrescentou Sarah, que indicou que chegou a esta decisão depois de "muita oração e consideração".

As primeiras análises políticas sobre a renúncia sugerem que Palin focará suas energias em consolidar sua base dentro do Partido Republicano, para a campanha presidencial de 2012. EFE jab/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG