Sarah Palin renuncia ao governo do Alasca

Em uma manobra inesperada, a governadora do Alasca Sarah Palin, vista como candidata potencial à presidência em 2012 pelo Partido Republicano, anunciou que renunciará ao cargo e não pretende se reeleger.

AFP |

Palin, que em 2008 foi candidata à vice-presidência na chapa do senador John McCain, disse que sairá do governo "em algumas semanas". Seu substituto será o vice-governador Sean Parnell. Segundo a imprensa local, ela deve sair no dia 25 de julho.

Diante de um grupo de jornalistas perplexos, Sarah Palin declarou que deseja "assumir uma posição de mudança efetiva, não apenas bater a cabeça contra a parede".

"Prometi eficiência. Não estou em condições de operar sob as mesmas velhas políticas como sempre. Prometi isso quatro anos atrás e falei sério", afirmou.

"Isso não é o melhor para o Alasca neste momento", acrescentou.

Palin, que já trabalhou como jornalista esportiva, disse ainda que "chegou a hora de passar a bola para a vitória".

"Estou determinada em seguir o caminho certo para o Alasca, mesmo que seja pouco convencional e confortável. Com este anúncio de que não busco a reeleição, determino ser melhor transferir a autoridade de governador para o vice-governador Parnell", informou.

Palin disse preferir ser agente de "mudanças positivas efetivas fora do governo neste momento em outra escala, e de fato fazer uma diferença para nossas prioridades".

oh/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG