Sarah Palin deixa neste domingo governo do Alasca

WASHINGTON - Sarah Palin, a pessoa mais jovem e a primeira mulher eleita governadora do Alasca e candidata à vice-presidência pelo Partido Republicano, conclui neste domingo sua gestão à frente do Estado, após ter renunciado em junho.

EFE |

Palin, de 45 anos, participará em um piquenique em Fairbanks, onde transferirá o cargo ao vice-governador, Sean Parnell, e dará início a uma via política que, por enquanto, é misteriosa para os analistas e dirigentes partidários.

Quando apresentou sua renúncia, em junho, Palin disse que tinha acumulado US$ 500 mil em conta de advogados que a defendem de vários processos, e que os pedidos de investigação estavam paralisando a gestão do Governo do Alasca.

Há menos de um ano o então candidato presidencial republicano, o senador John McCain, do Arizona, escolheu Palin como sua vice. Desde então, a governadora se transformou em um ícone dos setores mais conservadores do espectro político americano.

Ao apresentar a renúncia, Palin disse que buscará entendimentos e alianças em todo o país com políticos que compartilhem sua visão dos problemas e das soluções às questões que afetam os Estados Unidos.

Alguns analistas creem que ela tentará conquistar em 2012 a candidatura presidencial republicana. Outros acreditam que as polêmicas que a cercaram desde que chegou à casa de Governo em Juneau e sua abrupta renúncia diminuíram muito seu valor político.

Leia mais sobre: Sarah Palin

    Leia tudo sobre: sarah palin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG