Sarah Palin anuncia que vai deixar o governo do Alasca até o fim do mês

WASILLA - A governadora do Alasca, Sarah Palin, anunciou nesta sexta-feira que deixará o cargo em 26 de julho, aumentando as especulações sobre sua intenção de concorrer à presidência dos Estados Unidos em 2012.

Redação com agências internacionais |

AP
Palin deixa o cargo no fim do mês
Palin deixa o cargo no fim do mês
Palin foi vice do senador John McCain na chapa do Partido Republicano que concorreu às eleições presidenciais de 2008, vencidas por Barack Obama.

Ao anunciar sua decisão, em um comunicado, a governadora não falou sobre seus planos para o futuro. Afirmou, apenas, que não tinha a intenção de se reeleger e que, por isso, o melhor a fazer era deixar o cargo desde já. "É meu dever proteger nosso grande Estado", afirmou.

"Estou disposta a fazer mudanças para que essa administração, com essa agenda positiva, com suas conquistas e com seu caminho bem sucedido em direção a um futuro incrível, possa continuar sem interrupção, com grande sucesso administrativo e legislativo", continuou.

Depois, em entrevista coletiva, Palin declarou que deseja "assumir uma posição de mudança efetiva, não apenas bater a cabeça contra a parede". "Prometi eficiência, mas não estou em condições de operar sob as mesmas velhas políticas como sempre. Prometi isso quatro anos atrás e falei sério", afirmou.

"Isso não é o melhor para o Alasca neste momento", acrescentou. "Estou determinada em seguir o caminho certo para o Alasca, mesmo que seja pouco convencional e confortável".

O cargo de governador do Alasca ficará para Sean Parnell, segundo Dave Murrow, porta-voz de Palin, que foi eleita em 2006 e concluiria seu mandato em 2010.

Leia mais sobre Sarah Palin

    Leia tudo sobre: política - euarepublicanosarah palin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG