Roma, 27 set (EFE).- A duquesa de York, Sarah Ferguson, disse hoje que, com a princesa Diana, aprendeu a ser ela mesma e acrescentou que nunca conheceu uma pessoa com seu senso de humor.

Sarah Ferguson fez estas declarações em uma entrevista ao jornal italiano "La Stampa", publicada hoje, na qual acrescentou que, após seu casamento com o príncipe Andrew da Inglaterra, aprendeu que, "se você não nasce na família real, nunca fará parte dela de verdade".

A duquesa de York se referiu também ao filme "The Young Victoria", que estreou no Festival de Cinema de Toronto, dirigida pelo canadense Jean-Marc Vallée e que ela mesma produziu, e afirmou que fazer este longa foi como "reviver" sua própria vida.

"É uma forma de prestar homenagem a Andrew e a nosso amor", explicou Ferguson, que disse que a história de amor entre a rainha Vitória e o príncipe Albert contada pelo filme tem muitas semelhanças com a sua.

A duquesa lembrou que, durante cinco anos, só viu o marido durante 40 dias ao ano, já que o príncipe Andrew servia na Marinha inglesa.

"Quem sabe, se tivéssemos lutado tanto por nosso amor como fizeram Alberto e Vitória, talvez ainda estaríamos juntos", disse.

EFE ebp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.