Santorum tenta avançar na disputa em caucus no Missouri

Disputa do Estado terá resultados divulgados em junho; ex-senador tenta buscar vitória para enfraquecer favoritismo de Mitt Romney

iG São Paulo |

Mais de cem condados do Missouri, nos EUA, começaram neste sábado a votar nos caucus republicanos, que terão seus resultados divulgados em junho e nos quais Rick Santorum procura melhorar sua possibilidade matemática dentro da disputa pela candidatura presidencial.

Veja o especial do iG sobre eleições nos EUA

AP
Pré-candidato republicano, Rick Santorum, acena após campanha em caucus

Santorum visitou neste sábado vários centros comunitários no Missouri, que apresentará 52 delegados na convenção nacional do partido em agosto, com o objetivo de continuar somando apoios. Entretanto, não será possível saber quem ganhou no final desta jornada, pois inclusive algumas cidades do Estado realizarão seus caucus na próxima semana.

Nesse sentido, o próprio Partido Republicano estadual advertiu na sexta-feira em comunicado que as autoridades não divulgarão dados nem farão declaração alguma sobre o "ganhador" da disputa eleitoral, porque "não estão sendo votadas as preferências a um candidato".

Dentro do processo eleitoral, cada vitória de Santorum, segundo sua campanha, enfraquecerá a imagem de candidato "inevitável" de Mitt Romney , até agora favorito na disputa. "É tão simples como (a soma de) delegados. São importantes", disse Santorum em declarações à imprensa entre um e outro comício político em vários subúrbios da cidade de St. Louis.

Entenda: Quem são os pré-candidatos republicanos

Santorum já tinha vencido nas eleições primárias não vinculativas do dia 7 de fevereiro no Missouri , Estado sulista com fortes raízes evangélicas onde o ex-senador da Pensilvânia, católico de confissão, desponta como favorito. Romney, que neste sábado faz campanha em Porto Rico às vésperas das primárias na ilha, já tinha visitado Missouri esta semana, da mesma forma que o texano Ron Paul .

Newt Gingrich , por sua vez, não realizou atos no Estado, apesar de sua campanha ter montado uma estratégia centrada no sul do país. Missouri é um bastião do conservadorismo social, e nas primárias do mês passado, Santorum obteve facilmente 55% do apoio dos eleitores, com pouco mais de 139 mil votos, seguido por Romney, com aproximadamente 64 mil votos, ou 25%.

Paul ficou em terceiro lugar com mais de 30 mil votos, ou 12%, enquanto Gingrich não figurou nas cédulas de votação. Romney continua na frente de seus rivais em dinheiro e organização, mas sofreu perdas em vários estados do sul dos EUA, onde o voto dos evangélicos tem grande peso.

Sem dúvida, Santorum conquistou as simpatias dos eleitores conservadores no Missouri, com suas mensagens sobre moralidade e contra a "intromissão" do governo na liberdade religiosa. Em comparação com o sistema do Missouri, o processo de primárias de domingo em Porto Rico será mais simples: 20 dos 23 delegados da ilha serão distribuídos de forma proporcional ao voto popular.

iG explica: Entenda como funcionam as eleições americanas

Em 2008, o senador republicano do Arizona, John McCain, ganhou as primárias de Porto Rico com 91% dos votos, por isso ele conquistou o comprometimento de todos os 20 delegados. Nessa ocasião, Romney tinha se retirado da disputa várias semanas antes e McCain conseguiu a candidatura presidencial.

Quatro anos depois, Romney e Santorum batalham por cada voto e cada delegado em Porto Rico para afiançar seu avanço na disputa, algo que dará mais oxigênio a suas campanhas na proximidade das primárias de terça-feira em Illinois. Segundo os últimos dados oficiais do Comitê Nacional Republicano, Romney tem até o momento 416 delegados; Santorum, 170; Gingrich, 133, e Paul, 26. Esses números não incluem os delegados dos caucus. São necessários 1.144 para conseguir a candidatura e enfrentar Obama nas eleições de novembro.

Com EFE

    Leia tudo sobre: eleição nos euaeleiçãoeuasantorumcaucus missourimissourigingrichron paul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG