A região rebelde de Santa Cruz, que faz oposição ao presidente boliviano, Evo Morales, festejava na noite deste domingo o referendo que confirmou no cargo seu governador, Rubén Costas, destacando que foi uma vitória do processo de autonomia.

Sobre um palco montado na principal praça de Santa Cruz e diante de mais de 2 mil pessoas, Costas disse que com sua vitória começa "uma nova era política, que dará passagem a uma Bolívia autônoma".

"Neste momento fomos confirmados com um 'Sim' pela autonomia, que esmagou o ódio e o totalitarismo", declarou Costas em meio aos aplausos da multidão.

"Este 'Sim' é a reafirmação da implementação das autonomias", disse o governador, que obteve cerca de 80% dos votos em Santa Cruz, onde o presidente Evo Morales foi rechaçado.

"Nosso voto também decretou, de uma vez por todas, a morte de um sistema político do século passado, para dar passagem a um novo sistema, construído a partir das regiões".

O referendo confirmou ainda os governadores opositores dos departamentos de Beni, Pando e Tarija, que também defendem a autonomia, rejeitada pelo presidente Evo Morales.

nr/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.