Sanduíche de US$ 5 faz casal ser preso e ficar sem a filha no Havaí

Grávida e marido foram suspeitos de furto após esquecer de pagar por produto consumido em mercado; filha voltou para os pais após 18 horas

iG São Paulo |

Reprodução
Reprodução Nicole Leszczynski e sua filha de 3 anos. Nicole e o marido foram presos após suspeita de furtar sanduíche de US$ 5 no Safeway
Um casal de Honolulu, no Havaí, disse nesta terça-feira que combaterá judicialmente acusações de furto após não pagar US$ 5 por um sanduíche consumido enquanto faziam compras em um mercado, segundo o site UPI.com.

Em um comunicado, funcionários da loja Safeway disseram que "podem não ter lidado" com a situação tão bem quanto poderiam quando a grávida  e seu marido foram presos na semana passada por não pagar o sanduíche. Além disso, sua filha de 3 anos ficou sob cuidados dos Serviços de Proteção da Criança, de acordo com a TV KHON, de Honolulu.

Nicole disse que consumiu o produto dentro do mercado por sentir-se zonza, mas que esqueceu de pagá-lo quando, juntamente com o marido e a filha, deixavam o local. A mulher contou que, depois que o segurança pediu que apresentasse o recibo provando o pagamento do sanduíche, ofereceu-se para pagá-lo imediatamente, mas o gerente chamou a polícia - e ela e o marido foram presos sob a acusação de furto.

"Foi uma distração. Estávamos distraídos com nossa filha", ela disse à KHON. "Ofereci-me para pagar. Tínhamos dinheiro, já que havíamos acabado de comprar suprimentos." Segundo Nicole, a filha lhe foi devolvida 18 horas depois.

"Quando nos notificaram que teriam de levá-la porque nós dois seríamos presos, não pude acreditar que isso acontecia porque havia me esquecido de pagar um sanduíche. Ela nunca havia ficado tão longe da gente por tanto tempo", contou. O casal disse que lutará contra as acusações quando seu caso for ouvido neste mês.

    Leia tudo sobre: honoluluhavaífurtomercado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG