Salzburgo celebra o centenário da Teoria da Relatividade

Viena, 21 set (EFE).- A Universidade de Salzburgo relembra hoje a primeira apresentação pública da Teoria da Relatividade de Albert Einstein, que ocorreu há exatos cem anos na cidade homônima à universidade.

EFE |

Na tarde de 21 de setembro de 1909, aos 30 anos, o jovem Einstein expôs a descoberta no colégio Andräschule, durante o 81º congresso da sociedade de pesquisadores e médicos alemães.

Entre os nomes presentes, destaque para os futuros prêmios Nobel Max Planck, Johannes Stark, Max Born, Wilhelm Wien e Max Laute.

Nenhum deles, porém, soube valorizar a importância do que expunha o físico estreante.

Einstein apresentou o trabalho Über die Entwicklung unserer Anschauungen über dás Wesen und die Konstituttion der Strahlung" (Sobre o desenvolvimento de nossas ideias da essência e a constituição da radiação), e a hoje famosa fórmula E=mc2.

Impressionada com a ideia ficou a física austríaca Lise Meitner (1878-1968).

"Einstein partiu de sua teoria e deduziu a fórmula energia é igual a massa multiplicada pela velocidade da luz ao quadrado (E=mc2). Mostra que cada radiação tem que estar ligada a uma massa inerte. Estes dois feitos eram tão novos e surpreendentes para mim, que até hoje lembro do discurso", escreveu Meitner, em sua biografia.

Hoje uma placa na escola lembra a conferência.

Segundo o cientista austríaco Anton Zeilinger "a teoria da relatividade já estava no ar, mas só Einstein teve a coragem de dizer que havia de mudar radicalmente nossa ideia do espaço e do tempo. Isso foi genial". EFE wr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG