Salvatore Cacciola segue rumo ao Brasil após extradição

Paris, 16 jul (EFE).- O ex-banqueiro Salvatore Cacciola, solicitado pelo Brasil por fraude financeira e desvio de dinheiro público, saiu hoje de Mônaco com destino ao Rio de Janeiro após sua extradição, informou à Agência Efe o advogado dele, Franck Michel.

EFE |

Cacciola, detido em setembro do ano passado, deixou o principado de helicóptero, entre as 7h30 e 10h de Brasília de hoje, a caminho do aeroporto de Nice (sudeste francês), onde devia pegar um vôo com destino a Paris e depois outro para o Rio de Janeiro, acrescentou o advogado em conversa por telefone.

No heliporto de Mônaco, Cacciola era acompanhado de dois agentes brasileiros da Interpol, disse Franck Michel, que estava com seu cliente naquele momento e pretende viajar em setembro ao Brasil para continuar a defesa do ex-banqueiro.

No último dia 8, depois que o príncipe Albert de Mônaco deu o sinal verde para sua entrega ao Brasil, Cacciola recorreu do processo de extradição ao Comitê contra a Tortura da ONU. EFE lg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG