Saída de responsável financeiro do Facebook causa surpresa

San Francisco, 1 abr (EFE).- A saída de Gideon Yu, responsável financeiro da rede social Facebook, surpreendeu o setor e a imprensa tecnológica americana, onde hoje especulava-se sobre as verdadeiras razões da medida.

EFE |

O Facebook, primeira rede social na internet do mundo, com 175 milhões de membros, anunciou na terça-feira o fim do contrato de Gideon Yu, que trabalhava na companhia desde agosto de 2007.

Antes, Yu tinha trabalhado para o YouTube e era considerado o idealizador da venda da companhia ao Google por US$ 1,65 bilhão, uma das transações mais caras da história da internet.

Uma vez no Facebook, o diretor coordenou a venda de uma participação da rede social à Microsoft que fez com que a firma fosse avaliada em US$ 15 bilhões.

Poucos no setor esperavam pela notícia, sobre a qual a rede social deu poucos detalhes.

No entanto, o Facebook explicou que está buscando um executivo com experiência em companhias que cotam em bolsa para substituir Yu, o que imediatamente gerou rumores de que a empresa estaria pensando em abrir o capital.

Um porta-voz da rede social negou à revista americana "ComputerWorld" que esta seja a causa do fim do contrato do responsável financeiro.

Alguns veículos de comunicação destacaram que a demissão de Yu pode ter sido causada por divergências com alguns altos diretores da firma ou, inclusive, com seu fundador, Mark Zuckerberg, que, no setor, tem fama de tirar do Facebook as pessoas com as quais diverge. EFE pg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG