Saída de Musharraf facilita a democracia, diz filho de Benazir Bhutto

Islamabad, 18 ago (EFE).- Bilawal Bhutto Zardari, filho da ex-líder do Partido Popular do Paquistão (PPP) Benazir Bhutto, disse hoje que a saída do poder de Musharraf eliminou um obstáculo para a democracia no Paquistão.

EFE |

Bilawal, de 20 anos, que chegou hoje à cidade de Karachi e está destinado a assumir a liderança do PPP quando fizer 25 anos, disse ao canal de televisão "Geo TV" que sua formação está comprometida a restituir em seus cargos os magistrados do Supremo expulsos por Musharraf.

Esta opinião está alinhada à do partido também governista Liga Muçulmana do Paquistão-Nawaz (PML-N), legenda que se mostrou partidária de restaurar "em breve" os juízes em seus cargos.

Musharraf anunciou hoje sua renúncia em discurso à nação e, com isso, saiu à margem da tentativa do Governo por iniciar um processo de destituição contra o chefe de Estado, cujo início estava previsto para esta semana.

O presidente assumira o poder no Paquistão em outubro de 1999, após um golpe de Estado contra o Governo de Nawaz Sharif, atual líder da PML-N, partido que hoje é um dos membros do atual Executivo. EFE igb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG