Saiba mais sobre pegada ambiental e emissões de CO2

As emissões de CO2 são um dos temas mais polêmicos de reuniões sobre o meio ambiente, como a que acontecerá em Copenhague. De um lado, há pressões de ambientalistas para redução das emissões de CO2 para combater o aquecimento global.

BBC Brasil |

Do outro lado, muitos países e empresas resistem à ideia, já que o desenvolvimento econômico depende muito da queima de combustíveis fósseis, o principal fator de emissão do CO2.

Confira abaixo algumas perguntas e respostas sobre pegada ambiental e emissões de CO2.

Qual é o papel do CO2 no aquecimento global?
O dióxido de carbono (CO2) é um dos gases que causam o efeito estufa. Ele é liberado na atmosfera quando combustíveis fósseis - a principal fonte de energia do mundo - são queimados.

Entre os combustíveis estão petróleo, carvão e gás natural. Cientistas acreditam hoje que o aquecimento global está sendo acelerado pelo impacto das atividades humanas no ambiente.

Quais são os gases nocivos ao ambiente?
Além do CO2, o protocolo de Kyoto define outros seis gases que causam o efeito estufa: óxido nitroso, (N2O), metano (CH4), clorofluorcarboneto (CFC), hidrofluorcarboneto (HFC), perfluorcarboneto (PFC) e hexafluoreto de enxofre (SF6).

Por que o CO2 recebe tanta atenção internacional?
Outros gases, como metano, provocam mais dano ao ambiente, mas nenhum é tão abundante na atmosfera quanto o CO2. O motivo é que o CO2 é produzido pela queima de combustíveis fósseis, que são a base de toda a economia mundial.

Além disso, o impacto do CO2 no ambiente é duradouro: ele fica durante centenas de anos na atmosfera, acelerando o aquecimento global.

O que é a pegada ambiental e como ela é medida?
Pegada ambiental é a medida de quanto cada pessoa polui o planeta. Em geral, o termo é usado para descrever quanto CO2 uma pessoa libera através da queima de combustíveis fósseis ao longo de um ano. A medida é feita em toneladas de metro cúbico de CO2.

Há várias formas de se medir a pegada ambiental de uma pessoa. Em geral, três fatores compõem a pegada ambiental de uma pessoa: o consumo doméstico de energia (como as contas de gás e luz), o uso de transporte e o consumo de bens.

Cada bem de consumo tem uma pegada ambiental própria. Por exemplo, a pegada ambiental de uma camiseta produzida na Índia e vendida no Brasil mede a quantidade de CO2 emitida durante a fabricação da camiseta e seu transporte da Índia até o Brasil.

O que se pode fazer para reduzir a pegada ambiental?
Uma forma de se fazer isso é aumentando a eficiência energética, ou seja, usando fontes de energia que queimam menos combustível fóssil ou aparelhos que consomem menos energia. Por exemplo, a substituição de eletrodomésticos grandes - como geladeiras - por aparelhos mais modernos e eficientes.

Outra forma é compensando a emissão de CO2, um serviço oferecido por algumas empresas. Pessoas que quiserem compensar suas emissões podem patrocinar atividades que reduzam emissões de CO2, como, por exemplo, a plantação de árvores ou a promoção de tecnologias limpas em outras áreas.

Leia mais sobre emissão de carbono

    Leia tudo sobre: co2

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG