Saddam tinha medo de contrair Aids

Saddam Hussein, ex-presidente iraquiano enforcado em 2006 por crimes contra a humanidade, tinha medo de contrair doenças sexuais na prisão, de acordo com trechos de suas anotações divulgados na terça-feira por um jornal árabe.

AFP |

Saddam Hussein escreveu que pediu aos seus guardas que não estendessem suas roupas ao lado das suas, por temor de contrair "doenças de jovens", indica o diário al-Hayat, que cita o diário de Saddam.

"Minha principal preocupação era evitar contrair uma doença sexual em um local como este, e a Aids", escreveu.

Saddam Hussein foi enforcado no dia 30 de dezembro de 2006 após ter sido condenado por um tribunal iraquiano para crimes contra a humanidade por ordenar a execução de 148 xiitas da cidade de Dujail (norte de Bagdá) após a descoberta de um plano para assassiná-lo em 1982.

ak/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG