Sacerdote que tentava contato com as Farc é ferido na Colômbia

Bogotá, 3 abr (EFE).- O sacerdote colombiano Luis Hernando Betancur, que estava na cidade de San José del Guaviare buscando um contato com a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), foi ferido hoje a punhaladas por um desconhecido, mas se encontra fora de perigo.

EFE |

Betancur foi atacado em uma casa dentro da paróquia de María Auxiliadora, na qual estava hospedado há quase três semanas, quando se deslocou a San José del Guaviare (340 quilômetros ao sul de Bogotá).

A missão do sacerdote, organizada pelo Episcopado colombiano, foi lançada com o objetivo de fazer com que as Farc libertem a ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt e os demais reféns.

A agressão foi cometida por um desconhecido, que invadiu a casa após forçar a fechadura da porta. O sacerdote foi ferido em seis partes do corpo, dentre elas o tórax.

Betancur conseguiu ir andando até o hospital, onde foi submetido a cirurgias, e está fora de perigo.

O ataque ao sacerdote coincidiu com a chegada à capital colombiana da missão médica humanitária em favor de Betancourt, iniciada na quarta-feira por Espanha, França e Suíça.

Os Governos dos três países formam uma comissão internacional autorizada pelo Governo do presidente colombiano, Álvaro Uribe. EFE jgh/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG