Sacerdote polonês mostra o caminho para alcançar o sexo divino

Nacho Temiño. Varsóvia, 16 mai (EFE).- Os caminhos do Senhor muitas vezes são incompreensíveis e, para o sacerdote polonês Ksawery Knotz, conhecido como o Apóstolo do Kama Sutra, também levam ao prazer sexual, o que ele mostra agora em um livro que ensina os caminhos para se chegar ao sexo divino.

EFE |

"Hoje vivemos uma época de caos, de desenfreamento, e meu livro pretende ajudar os casais a reforçar seus vínculos e a ter uma boa e feliz vida sexual, de acordo com os dogmas da Igreja", disse à Agência Efe Knotz, que defende que o sexo também "é uma boa forma de se aproximar de Deus".

"O casal pode demonstrar seu amor de todas as formas possíveis, e isto inclui até mesmo o estímulo oral", afirma o sacerdote em seu livro, que se tornou sucesso de vendas na Polônia.

Ksawery Knotz, de 43 anos, também é responsável há vários anos por aulas de educação sexual no mosteiro de Stalowa Wola (sul da Polônia), nas quais ajuda os casais a encontrar o prazer da "união divina".

"Todo ato, carícia ou posição sexual que tem como objetivo a excitação do cônjuge é permitido, e agrada a Deus. Durante o ato sexual, o casal pode demonstrar seu amor de todas as formas possíveis, e brindar ao outro as carícias mais desejadas", defende o sacerdote em seu livro.

"Para mim, ajudar os casais a melhorar suas relações íntimas também é uma forma de trabalhar para Deus", assegura Knotz, que não importa de ser chamado carinhosamente de o "Apóstolo do Kama Sutra católico".

Um apelido com o qual o sacerdote conseguiu tanta popularidade que sua agenda já está lotada pelos próximos meses, enquanto a cada dia aumenta o número de visitas a seu site (www.szansaspotkania.net), onde oferece sua visão particular do amor carnal, tanto em inglês como em polonês.

Ksawery Knotz, que chegou inclusive a comparar o orgasmo com o "encontro com Deus no Céu", sustenta que "o amor de um casal, expressado no sexo, aproxima o corpo humano do Paraíso".

E para isso, o "Apostolo do Kama Sutra" encoraja os casais a rezar para pedir uma vida sexual prazerosa, e também dá alguns conselhos que vão muito além das inocentes orações, com os de que os parceiros devem escapar da rotina e dar um pouco mais de "calor" a suas relações sexuais.

O religioso explica que encontrou sua inspiração na postura liberal de sua própria família, e nos ensinamentos do papa João Paulo II, que tocou pela primeira vez no tema da sexualidade nos anos 60.

"Claro que alguns casais se surpreendem no princípio", confessa Knotz, mas depois muitos deles decidem pôr em prática suas doutrinas para esclarecer sua vida sexual e espiritual.

Agora já não é preciso ir ao mosteiro de Stalowa Wola, basta comprar o manual de Ksawery Knotz para conhecer os caminhos de um sexo prazeroso e divino, um sexo ao estilo católico, segundo a receita do "Apóstolo do Kama Sutra" polonês.

Por via das dúvidas, e para evitar o medo a possíveis represálias divinas, Knotz assegura que "Deus aceita completamente este sentimento humano, e permite a diversão durante o ato conjugal".

"Foi o próprio Criador que fez com que os cônjuges sentissem prazer, tanto espiritual como físico", sentencia o sacerdote. EFE nt/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG