O padre Franck Touzet se converteu neste domingo no primeiro membro da organização católica conservadora Opus Dei a celebrar uma missa numa paróquia da França.

O sacerdote oficializou missa na presença de 500 fiéis na igreja Nossa SEnhora de Dalbade, no centro de Toulouse.

A nomeação de Touzet para uma diocese de Toulouse, uma cidade na qual se instalaram muitos exilados espanhóis, provocou críticas do prefeito socialista, Pierre Cohen, que se disse indignado pelas relações da Opus Dei com o regime franquista, que sempre negou tal ligação.

Cerca de 30 manifestantes de extrema-esquerda se reuniram diante da igreja antes do início da missa para protestar contra a presença de Touzet e denunciar que "a Opus Dei tenta se infiltrar em todas as instituições sociais e políticas para instaurar uma nova ordem católica", segundo um folheto distribuído.

A Opus Dei foi fundada por Josemaría Escrivá de Balaguer 1928, canonizado em 2002 por João Paulo II.

A organização conta com 80.000 membros em todo o mundo.

lab/gr/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.