Sacerdote chileno é investigado por denúncias de abusos sexuais

Santiago do Chile, 22 abr (EFE).- Um sacerdote chileno de 80 anos, que formou inúmeros religiosos entre estes cinco bispos, está sendo investigado pelas autoridades judiciais e eclesiásticas por denúncias de abusos sexuais, informam hoje a imprensa local e fontes judiciais.

EFE |

O arcebispo de Santiago, o cardeal Francisco Javier Errázuriz, confirmou a existência de uma investigação eclesiástica contra Fernando Karadima Fariña, ex-pároco da igreja do Sagrado Coração de Jesus da Floresta, no bairro de Providência da capital chilena.

A investigação começou a partir da denúncia de um ex-colaborador da paróquia, o médico James Hamilton Sánchez, de 44 anos, e aparentemente se refere aos fatos ocorridos há duas décadas, por isso que naquela época poderia ter já superado a maioridade.

Conforme o jornal "El Mercurio", nessa comunidade religiosa o próprio Fariña abençoou o casamento de Hamilton e batizou seus filhos, e atribuem a denúncia ao distanciamento que o padre teve com o médico após a ruptura matrimonial deste.

Na terça-feira passada, a Igreja Católica chilena pediu pela primeira vez perdão pelos 20 casos de pedofilia que foram denunciados no país e exortou às vítimas a denunciar às autoridades eclesiásticas estes "gravíssimos delitos" para que isso não se repita. EFE frf/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG