Sacerdote ativista morre em ataque do Exército do Sri Lanka, dizem tâmeis

Nova Délhi, 20 abr (EFE).- O conhecido sacerdote e ativista pró-direitos humanos M.

EFE |

X. Karunaratnam morreu hoje em um ataque do Exército do Sri Lanka no norte da ilha, segundo um comunicado divulgado pelos Tigres de Libertação da Pátria Tâmil (LTTE).

Um grupo de soldados cingaleses se infiltrou na região de Mallaavi, sob domínio tâmil, para matar o sacerdote, presidente do Secretariado do Nordeste de Direitos Humanos (NESOHR), segundo a nota da guerrilha tâmil.

Karunaratnam ia de carro para casa a partir da igreja onde celebrava missas, quando um impacto de estilhaços causou sua morte, segundo uma fonte policial citada no comunicado.

Os LTTE ressaltaram que o sacerdote dirigia a "única" associação que denunciava e divulgava a "voz" dos aldeões do nordeste da ilha.

Karunaratnam tinha criticado duramente o Governo do Sri Lanka por várias vezes, devido à violação sistemática dos direitos humanos.

Segundo os LTTE, dois dos onze membros fundadores do NESOHR já foram mortos pelo Exército do Sri Lanka. EFE amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG