O presidente da Geórgia, Mikhail Saakashvili, se disse na noite desta quinta-feira aberto a negociações com a Rússia, que reconheceu oficialmente na terça-feira a independência das regiões separatistas georgianas da Abkházia e da Ossétia do Sul.

"Sim, estamos abertos a todos os tipos de contatos", afirmou Saakashvili em Tbilisi em uma entrevista divulgada pela rede de televisão britânica BBC.

"Sempre fomos abertos, e ficaremos abertos", garantiu, destacando que a única condição para tais negociações é a retirada das tropas russas do território georgiano.

Um acordo de cessar-fogo entre Rússia e Geórgia prevê a volta das forças georgianas a seus quartéis e o retorno das tropas russas às posições que ocupavam antes do início do conflito na Ossétia do Sul, na madrugada de 8 de agosto.

psr/yw/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.