Saad Hariri viaja à Síria pela 1ª vez desde assassinato do pai

Beirute, 19 dez (EFE).- O primeiro-ministro libanês, Saad Hariri, anunciou que viajará hoje à Síria, na primeira visita de um chefe de Governo libanês à Síria desde o assassinato do ex-primeiro-ministro libanês e pai de Hariri, Rafik Hariri, em março de 2005.

EFE |

Segundo um comunicado do escritório do primeiro-ministro, Saad Hariri estudará com os responsáveis sírios a maneira de melhorar as relações entre os dois países, que se deterioraram após a morte de Rafik Hariri em um atentado cuja responsabilidade foi atribuída por parte da elite política libanesa ao regime sírio.

O atentado gerou uma onda de protestos e campanhas internacionais e nacionais que obrigaram Damasco a retirar todas as tropas e serviços de segurança que mantinha no Líbano desde 1975.

"As conversas serão sobre os meios de melhorar as relações entre os dois países", em um diálogo "de Estado a Estado", disse à rede de televisão "LBC" o deputado Ammar Hury, membro do grupo Futuro, presidido por Saad Hariri.

Além disso, Hury disse que a visita será "curta e constituirá o prelúdio de uma nova etapa. Trata-se da visita de um primeiro-ministro do Líbano a um país irmão".

O presidente do Conselho Geral Maronita, o ex-ministro Wadih Khazem, disse que essa visita "pode ser benéfica para os dois países, já que as relações líbano-sírias foram quebradas no passado".

Para Khazem, essa viagem "não pode ser catalogada como diplomática, mas estratégica".

"As autoridades sírias começaram a promover e a encorajar os procedimentos constitucionais no Líbano, começando com a eleição do presidente Michel Suleiman até a formação de um gabinete de união nacional", disse Khazem.

O ministro do Turismo libanês, Fadi Abud, ressaltou que a visita de Hariri à Síria é "um passo na boa direção.

A viagem de Hariri ocorre um dia depois que o presidente do Líbano se reuniu, em Damasco, com o presidente sírio, Bashar al-Assad, para reforçar as relações bilaterais. EFE ks/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG