Russos homenageiam Politkovskaya no dia em que jornalista faria 50 anos

Cerca de 150 pessoas se reuniram no centro de Moscou para prestar homenagem à jornalista Ana Politkovskaya, assassinada a tiros em 7 de outubro de 2006 na porta de casa, e que neste sábado teria completado 50 anos.

EFE |

A manifestação, realizada na praça Triumfalnaya, junto com o monumento ao poeta Vladimir Mayakovski, teve a participação das principais organizações pró-direitos humanos e da oposição.

O acesso à praça foi fechado por cercas metálicas, e as pessoas que queriam participar da reunião pública deviam se submeter primeiro a um controle policial e passar pelo detector de metais, enquanto nos arredores circulavam patrulhas adicionais das forças de segurança.

"Em 30 de agosto, Ana Politkóvskaya teria completado 50 anos. Queremos lembrar que foi uma excelente jornalista e desempenhou um papel essencial na vida social do país", disse Lev Ponomariov, líder do movimento "Pelos direitos humanos" e um dos organizadores do ato.

Durante o ato, realizado com a autorização das autoridades de Moscou, não foi registrado nenhum incidente, segundo as agências russas.

    Leia tudo sobre: politkovskaya

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG