Russos crêem que Obama melhorará relação bilateral, diz pesquisa

Moscou, 8 dez (EFE).- Os russos esperam um efeito positivo nas relações entre Moscou e Washington depois que Barack Obama assumir a Presidência dos Estados Unidos, segundo uma pesquisa divulgada hoje pelo Centro de Estudos da Opinião Pública (Vtsiom).

EFE |

Assim, mais de um terço dos entrevistados, 38%, consideram que a chegada à Presidência do candidato democrata influirá de forma positiva nas relações entre ambos os países, enquanto 32% não esperam mudanças e apenas 5% prevêem uma piora.

Dos procurados pela pesquisa, 12% pensam que com Obama a situação no mundo mudará para melhor, 11% que ele tornará melhor as relações entre Moscou e Washington apenas, 2% prevêem a retirada das tropas do Iraque e 1% um novo passo no desenvolvimento da democracia.

Dos russos entrevistados, 4% opinam que não haverá mudanças, enquanto 71% não foram capazes de comentar as possíveis conseqüências da chegada de Obama à Casa Branca. EFE egw/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG