Um cosmonauta russo e um astronauta americano da tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS) iniciaram nesta terça-feira uma saída ao espaço para instalar equipamentos destinados a medir os campos eletromagnéticos ao redor da estação, informou a agência russa Ria-Novosti.

Esta é a primeira vez que Iuri Lonchakov e Michael Fincke, que chegaram à ISS em outubro a bordo de um foguete russo Soyuz, saem ao espaço.

Durante a saída, que deve durar mais de seis horas, os dois devem instalar sobre a área de acoplamento da ISS um aparelho especial para medir os campos eletromagnéticos ao redor da estação.

Segundo os cientistas, a influência destes campos pode ser a causa de dois acoplamentos difíceis de tripulações precedentes.

mp/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.