Rússia vê com otimismo futuro das relações com EUA

Moscou - O ponto mais baixo do período de esfriamento das relações russo-americanos foi superado, afirmou hoje em coletiva de imprensa o vice-chanceler da Rússia, Serguei Riabkov.

EFE |

O diplomata ressaltou que Moscou vê com "otimismo moderado" as perspectivas das relações com Washington e espera "resultados importantes" da reunião que os presidentes da Rússia, Dmitri Medvedev, e dos Estados Unidos, Barack Obama, terão em Londres no próximo dia 1º de abril.

A reunião, que acontece na véspera da Cúpula do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais ricos e os principais emergentes) sobre a crise financeira mundial, será o primeiro encontro dos dois chefes de Estado desde que os dois assumiram o poder.

"Com os EUA, conseguimos trabalhar com eficácia em uma agenda ampla. Isso se refere tanto às relações bilaterais como aos desafios globais e situações de conflito", disse Riabkov, em declarações publicadas por agências de notícias russas.

Leia mais sobre: Rússia - EUA 

    Leia tudo sobre: euarússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG