Rússia: testes iranianos confirmam que escudo antimísseis é desnecessário

Moscou - A Rússia afirmou hoje que os testes, por parte do Irã, de um novo míssil de 2 mil quilômetros de alcance confirmam que Moscou tem razão ao qualificar de desnecessário o posicionamento de elementos do escudo antimísseis dos Estados Unidos na Europa.

EFE |

"No que se refere ao escudo antimísseis, os testes levados a cabo pelo Irã só confirmam que conta atualmente com mísseis de 2 mil quilômetros de alcance", declarou o ministro de Assuntos Exteriores russo, Serguei Lavrov, em Moscou, durante uma entrevista coletiva conjunta com seu homólogo jordaniano, Salah Bashir.

Segundo o chefe da diplomacia russa, "isso confirma o que já se dizia antes: que a idéia de desdobrar um terceiro setor posicional do escudo antimísseis americano na Europa não é necessária para observar e responder a estes mísseis concretos".

AP
Para Rússia, não é necessário o escudo antimíssil

"Da mesma forma que antes, estamos convencidos da artificialidade das declarações a respeito da ameaça iraniana como um dos motivos para desdobrar um terceiro setor posicional", ressaltou.

Ele acrescentou que, todos os que "de uma maneira ou outra estejam interessados em normalizar a situação, devem sentar-se para dialogar, e chegar a um acordo".

Evidentemente, segundo o ministro, cada país pode tomar medidas como a de desdobrar um terceiro setor posicional ou testar mísseis.

"Mas são medidas individuais, quando o que se necessita são medidas coletivas, acordos coletivos", afirmou, acrescentando que a Rússia está disposta a uma ação coletiva.

Leia mais sobre: Irã

    Leia tudo sobre: irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG