Rússia segue controlando principal acesso à cidade georgiana de Gori (AFP)

As tropas russas mantinham o controle do principal acesso à cidade estratégica de Gori (centro da Geórgia), segundo um correspondente da AFP, no mesmo dia em que teria início a retirada do Exército russo do território georgiano.

AFP |

Dois soldados russos impediam que os jornalistas tivessem acesso a Gori e fecharam as estradas que dão acesso a essa cidade, 60 km a oeste de Tblisi, capital georgiana.

Caminhões militares e homens armados também foram vistos em Gori. Um comboio de quatro veículos do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (ICRC) conseguiu cruzar o posto de controle.

O jornalista também pôde constatar uma presença militar russa reduzida na estrada que leva a Gori, desde a entrada de Igoeti, 40 km a oeste de Tblisi.

Por outro lado, em Zaramag, no posto fronteiriço entre Rússia e a região separatista da Ossétia do Sul, foram vistos caminhões de ajuda humanitária que entravam na Geórgia, ao mesmo tempo que caminhões militares do Exército russo se dirigiam rumo à Rússia.

Dez caminhões do Ministério russo das Situações de Emergência, transportando em tese ajuda humanitária, seguiam para a Ossétia do Sul, comprovou a AFP. Outros 20 veículos aguardavam na região para ter acesso à região caucásica.

Na direção contrária, procedentes da Ossétia do Sul, vários comboios de caminhões do Exército russo voltavam para a Rússia.

O movimento era muito menor nessa direção do que no sentido dos veículos de ajuda humanitária.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, prometeu no domingo retirar a partir desta segunda-feira suas tropas da Geórgia.

mm-sjw/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG