Rússia se dispõe a resolver pendências com o Japão

Tóquio, 25 jan (EFE).- O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, propôs ao primeiro-ministro do Japão, Taro Aso, que ambos se reúnam em meados de fevereiro, na ilha de Sakhalin, para tratarem de todas as questões pendentes entre os dois países.

EFE |

Segundo a agência de notícias "Kyodo", fontes do Ministério de Assuntos Exteriores do Japão disseram neste fim de semana que o presidente russo estaria disposto a falar de qualquer assunto bilateral com as autoridades japonesas, até mesmo sobre a disputa territorial envolvendo as ilhas Curilas, conhecidas no Japão como os Territórios do Norte.

Medvedev telefonou para Aso e comunicou-lhe seus planos de convidá-lo para a cerimônia que, em 18 de fevereiro, marcará o início do fornecimento de gás natural líquido de Sakhalin até o Japão.

Aso disse ao presidente russo que vai considerar o convite em função da agenda do Parlamento japonês e de seus compromissos diplomáticos na época.

Ambos os líderes acertaram o fortalecimento de seus laços bilaterais durante o primeiro encontro que tiveram, em novembro do ano passado, durante a reunião do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec), em Lima.

Japão e Rússia também já trabalham para uma pronta visita a Tóquio do primeiro-ministro russo, Vladimir Putin. EFE icr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG