Rússia retira alerta de tsunami para as ilhas Curilas

Área foi castigada por ondas de até três metros depois de terremoto de sexta-feira no Japão

EFE |

As autoridades russas retiraram neste sábado o alerta de tsunami para a ilhas Curilas, que foram castigadas por ondas de até três metros de altura após o devastador terremoto de sexta-feira no Japão.

O Centro de Alerta de Tsunami (CAT) da Rússia, baseado na ilha de Sakhalin, declarou que não existe o risco de as ondas gigantes se repetirem, informou a agência "Interfax".

Segundo o CAT, os habitantes das ilhas Curilas que haviam sido evacuados às regiões mais altas já retornaram a suas casas. "Todos os serviços e sistemas vitais (das ilhas) funcionam normalmente", afirma um comunicado oficial, que ressaltou que não foram registradas vítimas durante a emergência.

    Leia tudo sobre: terremotojapãoterremototsunami

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG