Moscou, 8 out (EFE).- O ministro da Defesa da Rússia, Anatoli Serdiukov, anunciou hoje um plano de redução de soldados das Forças Armadas para um milhão em 2012, quatro anos antes do previsto anteriormente.

"O plano era de que as Forças Armadas contassem com um milhão de soldados em 2016. O novo objetivo é alcançar esse número até 2012", assegurou Serdiukov, citado por agências de notícias russas.

Precisamente, o número de oficiais será reduzido dos atuais 450 mil para 150 mil dentro de quatro anos, devido à retirada dos soldados cujos períodos de serviço tenham expirado.

Serdiukov, primeiro civil a assumir o Ministério da Defesa na Rússia, lançou logo após assumir o cargo em fevereiro de 2007 uma profunda reforma das Forças Armadas a fim de pôr ordem em suas contas, contaminadas com a falta de transparência.

A Rússia conta atualmente com cerca de milhão e meio de soldados, três vezes menos em relação aos tempo de União Soviética.

Recentemente, o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, anunciou que o Governo destinaria outros 80 bilhões de rublos (2,2 bilhões de euros) para o rearmamento do Exército e o desdobramento de tropas no exterior. EFE io/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.