Moscou, 23 jan (EFE).- A Rússia realizou mais voos espaciais em 2008 que Estados Unidos, Japão e a Agência Espacial Europeia (ESA) juntos, informou hoje a Roscosmos, a agência espacial russa, em comunicado.

No ano passado, a Rússia enviou ao espaço 27 foguetes portadores e colocou em órbita 43 naves espaciais, destaca a nota que aparece no site da Roscosmos.

Enquanto isso, os EUA lançaram 15 foguetes e 17 aparelhos, a ESA, seis e onze, e o Japão, um de cada.

A China, que se transformou em 2003 na terceira potência mundial a enviar um homem ao espaço, fez o lançamento de 10 foguetes portadores e 14 naves.

Em 2008, ocorreu no mundo um total de 68 lançamentos de foguetes portadores e 102 de naves espaciais, tripuladas e não tripuladas.

A Roscosmos informou que a Rússia gastou US$ 1,538 bilhão em seu programa espacial civil, quase 12 vezes menos que os Estados Unidos, que investiram US$ 17,9 bilhões.

A ESA gastou US$ 4,2 bilhões, a França, US$ 1,7 bilhão, e o Japão, US$ 1,6 bilhão.

A Rússia informou que este ano dobrará o gasto em seu programa espacial, que se aproximará dos valores investidos pela União Soviética em 1989 (US$ 3,28 bilhões).

A prioridade da despesa será a construção de uma nova base na região do rio Amur, leste da Rússia, perto da fronteira com a China.

EFE io/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.