Rússia quer mais segurança para retirada de tropas da Geórgia

SOCHI - O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou neste sábado que Moscou vai retirar suas tropas da região de conflito na Geórgia assim que forem implantados novos procedimentos de segurança. Segundo o ministro, o presidente russo Dmitry Medvedev ordenou medidas extras de segurança para a área, mas não deu mais detalhes.

Redação com agências |

"O presidente deu uma ordem para as autoridades relevantes para começar a adoção de medidas extras de segurança", disse o ministro a jornalistas. "Assim que essas medidas forem implantadas, a retirada das tropas enviadas para essa operação será iniciada", afirmou.

Cruz vermelha visita os dois países

O presidente do Comitê internacional da Cruz Vermelha, Jacob Kellenberger, vai visitar a Geórgia e a Rússia para avaliar o impacto humanitário do conflito entre os dois países, anunciou neste sábado o organismo.

Kellenberger é esperado primeiro no domingo em Tbilisi para conversar com o presidente Mikhail Saakashvili. Terça-feira, ele irá a Moscou para encontrar altos dirigentes russo, entre os quais o ministro dos Assuntos Estrangeiros, Sergei Lavrov.

Ele deve também ir a Vladikavkaz, capital da Ossétia do Norte, e a Tshinkavali, capital da Ossétia do Sul.

Jacob Kellenberger deve "ressaltar a importância de proteger de acordo com as leis humanitárias todos os que foram vítimas do conflito", destacou a Cruz Vermelha num comunicado.

Leia também:

Opinião:


    Leia tudo sobre: georgia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG