MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Dmitry Medvedev, pediu neste sábado que as potências econômicas mundiais considerem criar um fundo global para abordar desastres ambientais de grande escala, como o derramamento de petróleo no Golfo do México.

"Talvez nós devêssemos considerar criar um fundo global para ter mais segurança frente a esse tipo de risco (ambiental)", disse o presidente no blog oficial do Kremlin.

" /

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Dmitry Medvedev, pediu neste sábado que as potências econômicas mundiais considerem criar um fundo global para abordar desastres ambientais de grande escala, como o derramamento de petróleo no Golfo do México.

"Talvez nós devêssemos considerar criar um fundo global para ter mais segurança frente a esse tipo de risco (ambiental)", disse o presidente no blog oficial do Kremlin.

" /

Rússia quer fundo global para enfrentar acidentes ambientais

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Dmitry Medvedev, pediu neste sábado que as potências econômicas mundiais considerem criar um fundo global para abordar desastres ambientais de grande escala, como o derramamento de petróleo no Golfo do México.

"Talvez nós devêssemos considerar criar um fundo global para ter mais segurança frente a esse tipo de risco (ambiental)", disse o presidente no blog oficial do Kremlin.

Reuters |

MOSCOU (Reuters) - O presidente russo, Dmitry Medvedev, pediu neste sábado que as potências econômicas mundiais considerem criar um fundo global para abordar desastres ambientais de grande escala, como o derramamento de petróleo no Golfo do México.

"Talvez nós devêssemos considerar criar um fundo global para ter mais segurança frente a esse tipo de risco (ambiental)", disse o presidente no blog oficial do Kremlin.

Medvedev disse que espera levantar a questão na cúpula do G20, no Canadá, no final de junho.

A Rússia acompanhou de perto a reação da BP ao derramamento, em parte porque 25 por cento da produção total da gigante britânica vem da joint venture TNK-BP, com sede em Moscou.

O vice-primeiro-ministro russo, Igor Sechin, disse neste sábado que o país implementará exigências mais rígidas de segurança para produtores de petróleo após o vazamento da BP, considerado o maior desastre ambiental da história dos Estados Unidos.

Medvedev também pediu pela criação de uma nova estrutura legal para lidar com desastres dessas dimensões.

"Nós precisamos implementar uma estrutura moderna de lei internacional nessa área, talvez na forma de uma convenção de vários acordos que abordem as questões que surgem em desastres como o do Golfo do México", escreveu.

Líderes do Grupo das 20 nações desenvolvidas e emergentes vão se reunir em Toronto nos dias 25 e 26 de junho.

(Reportagem de Alfred Kueppers)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG