Moscou, 17 set (EFE).- A revisão americana de seu projeto para criar um escudo antimísseis no Leste Europeu é um indício positivo, disse hoje o Ministério de Assuntos Exteriores russo, que negou que tenha havido algum trato com Washington em troca dessa decisão.

"Se houve uma revisão da posição da nova Administração americana em relação ao escudo, isso seria um indício positivo", afirmou Andrei Nesterenko, porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores russo, citado pelas agências locais.

O diplomata negou a possibilidade de que tenha havido algum tipo de "trato" entre Rússia e EUA em troca da suspensão dos planos de posicionar o escudo, considerado por Moscou uma ameaça direta para sua segurança.

"Essas são especulações. Isso não corresponde a nossa política, nossas formas de solucionar os problemas em relação a outros países, independente do quão complexo e delicados sejam", disse.

Nesterenko lembrou que a Rússia insistiu desde sempre em seus contatos com os EUA em sua preocupação com os planos de posicionar elementos estratégicos do escudo na Polônia e na República Tcheca.

"Precisamos ver o texto completo (da declaração americana) e então poderemos emitir um comentário", disse. EFE io-bsi/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.