Rússia proíbe importação de carne do México e seus vizinhos

A Rússia proibiu neste domingo a importação de carne e seus derivados do México e de três estados americanos, assim como de carne de porco e derivados da América Central, Cuba, República Dominicana, Panamá e Colômbia, como medida de precaução diante do foco de gripe suína.

AFP |

"A Rússia proibiu a partir de 26 de abril as importações de carne do México e de Texas, Califórnia e Kansas", declarou à AFP Nicolas Vlassof, chefe dos serviços veterinários russos.

As autoridades russas proibiram as importações de carne depois que o primeiro-ministro Vladimir Putin ordenou a criação de uma comissão especial para enfrentar o foco de gripe suína no México, explicou à AFP um porta-voz do chefe de Governo.

A Rússia também proibiu as importações de carne de porto de Guatemala, Honduras, República Dominicana, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Nicarágua, Panamá e El Salvador que saíram do país a partir de 21 de abril.

A Rússia impôs as mesmas medidas para a carne de porco procedente dos estados americanos de Alabama, Arizona, Geórgia, Luisiana, Novo México, Oklahoma, Flórida e Arkansas, todos eles próximos da fronteira com o México.

Em declarações ao canal de televisão, o chefe dos serviços sanitários russos declarou que esta é uma primeira medida adequada para tentar impedir a propagação da doença.

"Desde 13 de abril, o México registrou 81 mortes provavelmente ligadas ao vírus da gripe suína, das quais apenas 20 foram comprovadas", declarou o ministro da Saúde, José Angel Córdova.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) alertou para o possível desencadeamento de uma pandemia da gripe suína.

as/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG