Rússia prepara sistema de defesa contra escudo dos EUA na Polônia

Moscou, 7 nov (EFE).- A Rússia, até 2015, porá em serviço foguetes táticos Iskander em cinco brigadas de mísseis, sobretudo na fronteira oeste do país, onde se espera o desdobramento do polêmico escudo antimísseis dos Estados Unidos, informaram hoje fontes militares.

EFE |

"Até 2015, cinco brigadas de mísseis serão dotadas de sistemas Iskander, e o rearmamento será feito, antes de tudo, nas unidades na fronteira ocidental, inclusive na região báltica de Kaliningrado", disse um representante do Ministério da Defesa.

O presidente russo, Dmitri Medvedev, advertiu na quarta-feira passada que a Rússia desdobrará foguetes Iskander em Kaliningrado para neutralizar, em caso de necessidade, o futuro sistema de defesa contra mísseis dos EUA no leste europeu.

O representante do Ministério da Defesa russo anunciou que Moscou entregará, além disso, sistemas Iskander às Forças Armadas de Belarus, país vizinho a cujo presidente, Aleksandr Lukashenko, é considerado por Washington "o último ditador da Europa".

"São nossos aliados, por isso forneceremos essas armas em condições preferenciais e com prioridade" perante outros clientes da indústria russa de armamento, ressaltou a fonte em declarações à agência de notícias "RIA Novosti".

Os sistemas móveis Iskander (SS-26 Stone) são compostos por foguetes tático-operacionais com um alcance de entre 50 e 300 quilômetros, difíceis de interceptar e que podem levar vários tipos de cargas, inclusive atômicas, de até 480 quilogramas. EFE se/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG