MOSCOU - As vendas de armamentos russos para a Venezuela poderão chegar a um total de US$ 5 bilhões, disse o primeiro-ministro Vladimir Putin nesta segunda-feira, depois de retornar de sua visita à nação sul-americana.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, e o primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, selaram no último fim de semana uma "aliança estratégica" com a assinatura de 30 acordos, especialmente na área de energia e defesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.